Oxi - Biodegradável

A maioria dos plásticos a que temos acesso em nosso dia a dia como por exemplo sacolinhas de supermercado, farmácias, lojas, são compostas por poliolefinas que se trata de um tipo de polímero. As poliolefinas são compostas de extensas cadeias entrelaçadas e cruzadas de hidrocarbonetos simples. Essas grandes cadeias possuem pesos moleculares relativamente altos se tornando mais insolúvel. Por este motivo, as sacolas não se degradam pela ação da chuva ou quando entram em contato com água de qualquer tipo (como por exemplo rios e mares), porém a boa notícia é que com a adição de um catalisador a este polímero a sacola passa a ser degradável. O plástico oxi-biodegradável é menos poluente, não contém metais pesados e se degrada mais facilmente, é reciclável, devendo ter este destino quando coletado, assim como o plástico convencional, e além disso não contamina os processos de reciclagem também é compatível com compostagem se este for seu destino, ou seja, podemos colocar os resíduos orgânicos em saco de lixo oxi-biodegradavel e imediatamente colocar para compostagem.

O processo de oxibiodegração se subdivide em dois estágios onde num primeiro momento o plástico fica passível de fragmentação através da reação com o oxigênio. O catalisador acelera a oxidação do polímero, causando sua “quebra” em moléculas menores que, diferentemente do polímero base, podem ser umedecidas por água. Em um segundo momento, as moléculas oxidadas são biodegradadas por micro-organismos já existentes na natureza e então convertidas em dióxido de carbono, água e biomassa. O plástico oxibiodegradável é considerado ecologicamente correto devido ao tempo que demora para degradação, que corresponde a aproximadamente 1 e ano e meio, já as sacolas tradicionais demoram cerca de 5 anos para sumir completamente da natureza.

Sustentabilidade

Plástico Verde

O plástico verde foi criado para tentar diminuir os impactos causados pela indústria petroquímica na produção e comercialização do plástico. Apesar de reciclável, o plástico comum é oriundo de uma fração do petróleo chamado nafta, e é um recurso não renovável.

A principal vantagem do produto não está em suas características físicas (que são bem semelhantes às do plástico comum), mas no fato de ter origem vegetal. Como o plástico verde é oriundo da cana-de-açúcar, há a captura e fixação de CO2 na matéria-prima e, consequentemente, no produto final.

Solicite o seu Orçamento

Selecione um formulário abaixo:

Formulário de Orçamento
Dúvidas? Entre em contato.

Quer saber mais?

Entre em contato conosco.
Contamos com uma equipe especialista que dará todas as informações necessárias sobre o produto e tirará todas as suas dúvidas.

Solicite um Orçamento

Formulário de Contato

Quer saber mais?

Entre em contato conosco.
Contamos com uma equipe especialista que dará todas as informações necessárias sobre o produto e tirará todas as suas dúvidas.