A busca é incessante. Diariamente empresas de todos os segmentos dizem que estão procurando ou anunciam novas maneiras de promover experiências diferenciadas aos seus consumidores, que os engajem e os aproximem da marca.

Não obstante, o termo “experiência do cliente” e suas variações foram mencionadas mais de 2.710 vezes nas chamadas de ganhos no último trimestre nos Estados Unidos, de acordo com a CBinsights.

É preciso muitos insights de criatividade, inovação e tecnologia para chamar atenção do consumidor, que a cada dia busca mais conexão e comprometimento das marcas com as suas necessidades. A promoção de momentos memoráveis está associada a uma maior fidelidade e consequentemente a uma receita maior de ganhos.

Dentro desse universo de possibilidades, três estratégias têm se destacado na hora de oferecer experiências aos clientes, vamos citá-as e explicá-las abaixo:

Conexões Humanas

Esse ano o Walmart começou a expandir o uso de robôs nas suas lojas. A proposta visa deslocar o tempo gasto dos seus funcionários com tarefas como limpar o chão e verificar o estoque para que possam se concentrar em ajudar os clientes.

Priorizar oportunidades que levem os colaboradores a passar mais tempo auxiliando e interagindo com os consumidores pode ajudar as marcas a criarem conexões mais autênticas.

Uma pesquisa realizada pela PwC constatou que 75% dos compradores anseia interações humanas nas suas experiências de compra à medida que a tecnologia avança.

Outro benefício do contato cliente-funcionário é a capacidade que isso gera de coletar ideias que ajudam a melhorar os serviços oferecidos pela empresa. A tendência é que cada vez mais as instituições invistam em treinamentos que ensinem aos funcionários a importância de surpreender os clientes.


Marketing Sensorial

Um relatório feito pela Global Wellness Summit, mostrou que compradores gastam mais de 15 minutos em espaços que têm um cheiro agradável, o que pode significar gastos adicionais. Os estudos também revelaram que perfumes são gatilhos poderosos para emoções e memórias.

Pensando nisso, as marcas estão apelando para ações que buscam criar uma associação emocional de seus produtos e serviços com seus clientes. Afinal, o que poderia ser mais capaz de provocar experiências diferenciadas do que provocar os cinco sentidos do consumidor?

A rede hoteleira EDITION, atenta a a pegada de marketing digital, firmou um contrato com a fabricante de perfumes Le Labo para criar uma fragrância exclusiva de chá preto e bergamota. A ideia chega ao consumidor via compra online. A empresa aposta que o produto fará seus hóspedes lembrarem da estadia e reservarem novamente.


Tempo de Qualidade

Ninguém gosta de perder tempo, não é mesmo? Por isso, grandes marcas têm se preocupado em encontrar maneiras de oferecer experiências imersivas aos seus clientes como método de captura de tempo de qualidade.

Durante o verão americano, a rede de fast food Taco Bell abriu um hotel pop-up em Palm Springs. A ideia caiu tanto no gosto do consumidor que as reservas para experiências de quatro noites esgotaram em um tempo recorde de quatro horas.

Na mesma linha de raciocínio, a fabricante de carros de luxo Lexus, abriu em Nova York uma espécie de restaurante galeria, o chamado Intersect by Lexus, que buscava recriar as emoções que o cliente poderia ter ao andar em um carro da marca.

A ideia é tratar os compradores cada vez mais como convidados, oferecendo momentos prazerosos. É preciso ir além do tradicional e buscar um relacionamento mais íntimo com eles.

Fonte: Consumidor Moderno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *