Pessoas com mais de 60 anos se tornaram o grupo de usuários de computador e Internet que mais cresce. Apesar das tecnologias estarem se tornando cada vez mais complexas, as gerações mais velhas estão encontrando na computação meios para envelhecer melhor.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2050, 66 milhões de brasileiros estarão acima dos 60 anos – e a nossa expectativa de vida deve subir de 75 para 81 anos nas próximas duas décadas.

Com a solidão da terceira idade sendo uma epidemia mundial, tão prejudicial quanto qualquer outra doença, é preciso encontrar meios de combatê-la.

Idosos em todo o mundo têm descoberto na informática e nos aplicativos e jogos de celulares ferramentas poderosas para o desenvolvimento da autonomia, sociabilidade e funções mentais.

Organizamos aqui três aspectos pelos quais a tecnologia têm sido benéfica para os mais velhos:

Melhoram a conexão social

Embora nenhuma tecnologia possa substituir a interação humana presencial, como promover estas interações quando há dificuldades de locomoção envolvidas, como as doenças reumáticas, tão comuns na terceira idade?

Nestas ocasiões, as redes sociais e aplicativos de mensagens de texto ou voz se tornam poderosos aliados na comunicação social entre gerações mais velhas.

De acordo com a consultoria SeniorLab, o uso o Facebook cresceu 56% entre entre 2016 e 2018 no Brasil, configurando cerca de 7,4 milhões de usuários com 60 anos ou mais. Nos Estados Unidos, segundo a Pew Research, os índices de idosos conectados já chega a 70% ou mais.

Segundo a SeniorLab, o grande motivador para o interesse nos idosos nas redes sociais foi a possibilidade de estabelecerem um melhor relacionamento com parentes e amigos, e até mesmo para reencontrar antigos colegas de escola, além do entretenimento constante.

Ao se sentirem mais conectados, também, os mais velhos se sentem integrados à sociedade e aos novos estilos de vida, potencializando, assim, sua autoestima.

Fonte: Consumidor Moderno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *