Sim, isso mesmo que você leu! Elas já são realidade; conheça a iniciativa.

O plástico é a matéria-prima para a produção de diversos tipos de produtos e, desta vez, as estradas são as protagonistas. Diferentemente do asfalto, o plástico usado nas estradas poderá ser reciclado.

Países como Austrália, Indonésia, Índia, Reino Unido e EUA já constroem estradas feitas de plástico triturado, que são unidas com cola de polímero. Essas estradas não desenvolvem buracos nem rachaduras, mesmo após anos de uso, e são mais baratas de serem construídas. Desde 2016, há mais de 33 mil quilômetros dessas estradas na Índia.

Um exemplo é a empresa MacRebur, criada na Inglaterra, que está usando resíduos plásticos para criar um novo tipo de asfalto.

• Ciclovias de Plástico

No segundo semestre de 2018, foi inaugurada uma ciclovia com cerca de 30 metros feita com 70% de plástico reciclado e 30% de polipropileno, um termoplástico reciclável. A ciclovia foi implementada em Zwolle, na Holanda. Uma segunda ciclovia-piloto está sendo construída na cidade de Giethoorn, também nos Países Baixos.

Foco na sustentabilidade: o que chama a atenção é que o futuro pode ter mais estradas de plástico reciclado, reduzindo, assim, o impacto ambiental.

Mas não pense que por ser de plástico as estradas são mais frágeis, pois o material reutilizado é três vezes mais durável e sobrevive a grandes mudanças de temperatura.

Pensando no futuro: As estradas de plástico também são mais leves e reduzem o impacto no solo, podendo ser construídas em poucas semanas e, inclusive, ser ocas, facilitando a passagem de tubos e cabos por dentro delas.

A cidade holandesa de Roterdã afirma que está considerando implantar o sistema como uma alternativa mais sustentável. A prefeitura já assinou um acordo para realizar o primeiro teste da tecnologia, que pode ficar pronta em até três anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *