A campanha global contra o uso de canudos de plástico vem ganhando adesões de empresas e do poder público graças a uma onda crescente que tem contado com a ajuda das redes sociais e de milhões de consumidores que condenam o uso do produto por causa dos resíduos descartados no meio ambiente, principalmente nos oceanos. Algumas cidades americanas já transformaram a guerra ao plástico descartável em lei. É o caso de Seattle, que em julho passou a proibir o uso de utensílios feitos com a resina obtida a partir do petróleo em restaurantes, cafés e lojas de alimentação. Quem descumprir a regra vai pagar multas a partir de US$ 250. Apenas nos Estados Unidos, o consumo diário de canudinhos chega a 500 milhões de unidades por dia. Na natureza, seu tempo de decomposição é de aproximadamente 200 anos.

No Brasil, a cidade do Rio de Janeiro foi a primeira a adotar esse tipo de restrição. Desde o mês passado, bares, restaurantes e quiosques são obrigados a oferecer canudos de papel. A punição para quem não seguir a lei pode chegar a multas de R$ 6 mil. Outras cidades brasileiras, como São Paulo, discutem a possibilidade de adotar o mesmo tipo de regra.

Para quem oferece canudos a seus clientes, o caminho tem sido trocar o plástico por outras matérias-primas. Nas últimas semanas, grandes grupos como Starbucks, McDonald’s, American Airlines, Disney e Marriott anunciaram que já começaram a fazer a transição do plástico para outros materiais e que pretendem abandonar a resina definitivamente nos próximos anos.

A essa altura, talvez você esteja se perguntando quais são as alternativas a este item. A primeira delas, é parar de utilizar canudos para suas bebidas. E caso esta opção não sirva para você, uma alternativa eficiente aos canudos de plástico descartável são os canudos em aço inoxidável.

Devido ao seu material, esses canudos podem ser lavados e reutilizados quantas vezes forem necessárias, como são os talheres de aço inoxidável que utilizamos em restaurantes e em nossas casas.

De todas as formas, se você estiver em um lugar público e não puder ter acesso ao seu canudo reutilizável, quando a sua bebida vier acompanhada de um canudo descartável, diga não. O meio ambiente e a vida marinha, especialmente, agradecem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *