Quando o consumidor visita uma loja não imagina todos os esforços realizados para que as exposições e as vitrines estejam arrumadas de maneira a conquistá-lo. Pode parecer pouco, mas não é: há todo um planejamento e estratégia para que o produto se torne atrativo e, consequentemente, desperte o interesse pela compra. Do mesmo modo, ao entrar em um hipermercado, o consumidor se depara com vários setores – alimentício, eletroportáteis, bazar, vestuário, beleza – em um único lugar, dando a ele a oportunidade de apreciar as novidades e, em alguns casos, fazer a experimentação do produto desejado. É algo rotineiro para o consumidor, mas a arrumação, a limpeza e a criatividade do que está exposto estão sempre associadas com a estratégia de marketing da rede visitada e das marcas por ela comercializadas.

Mas como garantir os melhores espaços e pontos estratégicos dentro da loja para despertar ao máximo o desejo de compra no consumidor? É necessário seguir alguns passos:

• Ter produtos com embalagens chamativas e com fácil visualização dos diferenciais do produto;
• Dispor de materiais promocionais que apontem os benefícios dos produtos, como wobbler, testeiras, totem, móbile, faixa de gôndola, balões, cubos, papel forração etc;
• Criar um planograma dos produtos para que os promotores e repositores tenham direcionamento de como deverão expor os produtos;
• Desenvolver um calendário promocional com as datas festivas de cada mês e trabalhar com ações pontuais, como vitrines, degustações e demonstrações;
• Ter representantes da empresa como promotores, repositores e coordenadores visitando as lojas e criando relacionamento com gerentes e líderes do setor.

Diante de tantas opções de marcas oferecidas ao consumidor dentro de uma loja, é fundamental que as empresas desenvolvam estratégias para a sua marca ter destaque e consequentemente vendas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *