O que é QRCODE e o quanto ele pode ser útil pra sua empresa?

O QR Code é como um código que opera semelhantemente ao código de barras, só que de maneira mais ampla. Adotar o uso desse tipo de código no seu rótulo é uma forma de levar o seu consumidor a interagir com a marca, oferecendo-lhe informações e uma série de soluções possíveis.

Ele pode ser escaneado utilizando, na grande maioria das vezes, as câmeras dos telefones celulares. Dessa maneira, quando o consumidor posiciona a câmera no código, logo ele é redirecionado a um destino pré-determinado pelo fabricante/fornecedor. QR significa Quick Response, ou seja, resposta rápida. Embora seja algo relativamente novo no nosso cenário, ele foi inventado em 1994 para fins de catalogação de peças automotivas em linhas de produção. Já em 2003 esse recurso passou a ser disponibilizado em celulares e seu uso vem crescendo cada vez mais, pois se trata de uma solução rápida e eficaz, capaz de promover uma interação mais eficiente entre consumidor e fornecedor.

Como o QR Code funciona?

O código é representado por uma figura bidimensional, que, quando é identificado pela câmera do celular, é convertido – normalmente – em um domínio na internet.

O uso desse recurso é bastante simples: basta posicionar a câmera fotográfica do celular sob o código. O aparelho irá funcionar como um leitor do código para que se converta no destino final – seja ele um site, um aplicativo, um formulário.

Existem diversos fatores que justificam a incorporação do QR Code em etiquetas e rótulos. A primeira é, certamente, oferecer ao consumidor um portal com informações adicionais sobre o produto que está adquirindo, além de dados da empresa, processo de fabricação ou ações sociais, por exemplo, que são impactadas com a compra do referido produto.

No entanto, além disso, existem outros motivos que estão levando as empresas a adotarem o uso desses códigos em seus produtos. Um deles é que essa ferramenta acabou se tonando um excelente marketing.

Com o recurso, a experiência do comprador não se limita simplesmente ao consumo ou ao uso do objeto, mas proporciona uma experiência diferente e pode representar até mesmo mais segurança e interatividade.

Isso – ainda que inconscientemente – faz com que o consumidor se sinta mais próximo à marca e, portanto, acaba sendo um bom impulsionador de branding, já que ajudará no fortalecimento da marca, sobretudo quando o comprador é levado a páginas com informações e recursos gráficos associados à empresa.

Entretanto, para que isso seja possível, é necessário que a impressão do QR Code seja de qualidade, em um bom material, e então sua leitura será feita adequadamente.

Fonte: Ecommerce Brasil / DColar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.